Queimar calorias

On 2010-05-15, in Blog, Conselhos, by Dany

Quantas vezes já sentiste nas tuas saidas de bicicleta que a partir de certo ponto te falta energia. Não porque as pernas já não aguentam mais, mas sim por falta de energia.

Isto acontece porque o teu corpo não consegue transformar as tuas reservas em energia. Neste caso estás a consumir energia mais depressa que aquela que o teu corpo consegue produzir.

O nosso corpo acumula energia (gordura) para utilizar mais tarde em caso de necessidade.  Como na maior parte dos casos temos gordura acumulada a mais e queremos ver-nos livre dela a solução não é corrermos ou pedalarmos que nem uns malucos.  Se o fizermos esgotamos muito rápidamente e o consumo de calorias foi muito pouco. Se andarmos mais devagar queimamos calorias mais lentamente. Mas o importante é que as conseguimos queimar e só temos que ter a força de vontade suficiente para fazer um treino mais longo.

Tem que haver um balanço entre o que o nosso corpo produz e utiliza. Há quem chame à zona de pulsações abaixo do limiar aerobico, na casa dos 65% a 70% da nossa pulsação máxima, de “fat burn”. É nesta zona de pulsações que devemos andar se queremos perder as “reservas” de energia que temos.

Como o nosso corpo tem tendência àdaptar-se aos esforços que fazemos, depois de algumas vezes a fazer um treino de “fat burn” o nosso coração adapta-se àquele ritmo e vamos conseguir mais velocidade para o mesmo esforço. O outro lado da moeda é que se precisarmos de dar uma aceleradela vamos aumentar muito mais a pulsação porque o nosso corpo foi habituado a outra coisa.

Conclusão, a zona ”fat burn” é a ideal para queimar calorias porque o nosso corpo consegue  queimar energia tão depressa quanto a consegue produzir a partir das reservas armazenadas. Porém um treino mais variado deve ser tido em conta para não estarmos a “viciar” o nosso coração.

 

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Free WordPress Themes